CULTURA

JARDIM BOTÂNICO

A história do Jardim Botânico se confunde com a própria história da cidade, que teve na elevação ao status de capital do vice-reino, em 1763, um marco de expansão e crescimento de nossa identidade política e cultural. A partir desse ponto, foi possível implementar o conceito de soberania, formalizando a figura do Estado, unindo todo o país sob os modernos aspectos europeus de civilidade e cidadania. Em 1808 toda a corte portuguesa muda-se em caráter definitivo para o Rio de Janeiro, tornando a cidade a sede do império Português – fato raro na história mundial, onde um regente sai de sua terra natal para governar o império a partir de uma de suas terras conquistadas. Em 13 de junho de 1808 o antigo Engenho da Lagoa, de propriedade de Rodrigo de Freitas, que já havia retornado para Portugal, foi desapropriado por decreto do então príncipe regente Dom João de Bragança (futuro D. João VI), reservando naquele local um espaço para a criação de um Jardim de Aclimação, uma área para aclimatar plantas de especiarias provenientes das Índias Orientais, como pimenta-do-reino, noz-moscada e canela.

Em 11 de outubro de 1808 a região é batizada de Real Horto, recebendo novas espécies trazidas das Ilhas Maurício e, durante todo o desenvolvimento pré-proclamação da república, o espaço foi ampliando seu acervo, contando com exemplares de Palma Mater, cânfora, nogueira, jaqueira, cravo-da-india, entre inúmeras outras.

Logo após a proclamação da república brasileira, no ano de 1889, a localidade passa a ser chamada de Jardim Botânico, recebendo visitantes de várias localidades e tornando-se cartão postal da cidade. Dentre os ilustres visitantes, destacamos Albert Einstein em 1925 e rainha Isabel II do Reino Unido. Em 1937 o Jardim Botânico foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e em 1991 foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura como Reserva da Biosfera.

O Jardim Botânico conta com um Centro de Visitantes, uma estrutura dedicada ao atendimento ao público, que disponibiliza um mapa informativo em diversos idiomas sobre o indicativo das áreas, além de um espaço dedicado a exposições artísticas e uma equipe de guias para realizar visitas acompanhadas.

São mais de 54 hectares de área verde, com uma diversidade de 6.500 espécies preservadas – algumas delas em extinção. Monumentos históricos, a maior biblioteca do país especializada em botânica e um herbário com 650.000 amostras desidratadas catalogadas e disponíveis ao público no site http://www.jbrj.gov.br/ fazem parte de um complexo totalmente dedicado ao conhecimento e cultura do meio ambiente em nosso país.

A Jeep Tour possui saídas diárias pela manhã e tarde de segunda a segunda e o passeio ao Jardim Botânico tem duração de 4 horas.

CONTATO

Nome Completo*

E-mail*

Please leave this field empty.

Assunto*

Mensagem

LIGUE E RESERVE

+55 21 3486 6379 // +55 21 3486 6384 // +55 21 2589 0883 // +55 21 2108 5800

+55 21 3486 6379

+55 21 99665 3284

  reserva@jeeptour.com.br